Domingo, 23 de Agosto de 2009

A bela da trela...

(se alguém aqui usar trela nos filhos é melhor não ler...)

 

Ontem passou por mim um miúdo muito engraçado, com um arnês muito giro (sim, arnês). O dito arnês pareceu-me ser da forma de um animalzeco qualquer, cuja cauda, comprida, acabava num pequeno laço para o adulto acompanhante segurar. Ia de trela, portanto.

 

O senhor adulto ia a passear a ver lojas e levava o filho/neto/sobrinho/amiguinho pela trela.

 

Susceptibilidades à parte, acho que quem usa trela nas crianças é profundamente mentecapto (e isto é, asseguro-vos, um understatement!). Trela??? Num puto??? Tudo bem, assim não o perdem de certeza. Mas ... ter atenção não surte o mesmo efeito?

 

Eu tenho 3 filhos. É complicado "controlar" os 3 quando saio sozinha com eles (o que nem sequer era o caso, porque além do adulto responsável o miúdo ia com mais 3 pessoas, adultas também!), mas por isso mesmo tenho tácticas para o fazer, como encarregar o mais velho de segurar o carrinho da mais nova enquanto eu vou a correr buscar o do meio (sim, às vezes é preciso), ou pôr os rapazes um de cada lado do carrinho da miúda, agarrados a ele, para não os perder de vista. Em última análise, não saio! Por exemplo, não vou sozinha à praia com os 3! Se me faz "espécie"? Ás vezes um bocadinho, porque gostava de ir mas não posso. Mas entre isso e tratar os meus filhos como animais, valha-me Buda! Mil vezes ficar fechada em casa!

 

Palavra que quando vi o garoto só me apeteceu chegar ao pé do tal adulto responsável e perguntar-lhe como se chamava o cãozinho... porque é isso que parece, um cão! Meus senhores, não é um cão, é uma criança! Trela??? Eh pah, por favor....! Mais: passados uns 20 minutos passou novamente o miúdo por mim, mas sem adulto responsável a pegar na trela... ia a correr com a trela a arrastar pelo chão ("oh senhor! Olhe, o seu cão fugiu!"). A sério... haja paciência!

 

Um grande "ide-à-merdinha" para as pessoas que usam trela nos putos.

Hoje sinto-me...: estupefacta
Rabiscado pela Mãe dos Pius às 12:47
| Comenta!
22 comentários:
De mae da pipoca e caracolita a 23 de Agosto de 2009 às 17:02
concordo plenamente, sempre achei horrível!!
Quem será q teve a brilhante ideia de inventar uma coisa dessas.. é degradante, a amnistia internacional devia analizar esse tipo de situaçoes!!
De Cláudia a 23 de Agosto de 2009 às 19:30
Confesso que também me faz uma certa confusão ao uso da trela...
mas as pessoas lá sabem...
E penso como tu, se tivesse 3 filhos...preferia n sair com eles a andar de trela!


De Karvela a 23 de Agosto de 2009 às 21:18
Se a minha mãe já é tua fã, o meu pai vai amar-te depois deste post.

E eu, claro, concordo a 100%. Os putos com trelas só reflectem as asneiras que os pais estão a fazer com eles.
De Anónimo a 23 de Agosto de 2009 às 22:51
vai á merda tb, kem te julgas para criticar seja kem for ke use trela nos filhos??
talvez faças coisas bem piores, e lá vêm os animais domesticados todos responder a mesma merda..lolol
De Mãe dos Pius a 23 de Agosto de 2009 às 23:11
Olha, um Anónimo!
Benvindo/a caro/a Anónimo!
Pois que qualquer blog precisa de um frustradito/a a fazer comentários do género para animar aqui as lides! :D
Obrigada pelo ânimo!
E claro, o ataque é a sempre a melhor defesa para quem não tem argumentos... Compreendo. Nem todos podemos dominar a arte da argumentação. Não o/a discrimino/a por ser idiota - todas as pessoas têm direito à vida e, como disse, só vem aqui animar o canto! (mais uma vez agradeço!).
Aguardo novas visitas! Beijinho bom!
De Anónimo a 23 de Agosto de 2009 às 23:26
Ai eu concordo com o anonimo... credo se quero lá que o sr ou sra anonimo pense que tb eu sou um animal irracional tal como ele (a ) na na na na na...
Se bem que sr/a anonimo/a, realmente isto da trela tem mt que se lhe diga... Nós, animais domesticados, vimos aqui responder todos a mesma merda, se bem que por vezes costumo responder merdas diferentes... mas... assino sempre, é a diferença entre nós, animais domesticados e tu animal irracional que tem coragem tem para assumir aquilo que escreves!!!
És ridiculo/a por usares este espaço para mostrares a tua frustação/inveja por não teres uma familia linda como a Joana ou então por não SERES como a Joana! lamento a tua mediocridade!! vai joga FARMVILLE para poderes ter o que fazer já que parece não teres vida própria!!!
De Sun14 a 23 de Agosto de 2009 às 23:27
o anonimo anterior sou eu msm!!! houve apenas um erro de logistica!

sun14/Cristiana
De ines a 24 de Agosto de 2009 às 09:28
Os meus pais contam que quando eu era pequena era especialmente irrequieta e que sempre que saíam comigo para ambientes mais agitados tinham de arranjar forma de ter a certeza de que não saía do seu controlo nem que fosse por um segundo porque se não perdiam-me. Eu literalmente continuava a correr. Contam ainda que a melhor forma de o assegurar a 100% e ainda prestar atenção aos meus outros 2 irmãos (sim, também éramos 3 e era muito complicado para a minha mãe manter-nos sob controlo) era prender um cinto o mais comprido possível à volta da minha cintura e assim assegurar que do outro lado estava eu.
Se já houvesse o assim denominado arnês ou trela, a tarefa talvez até ficasse mais facilitada, seguramente mais ergonómica para mim. Eu nunca me senti um cãozinho, nem sequer me lembro de o fazerem e rio-me quando mo contam, fico contente que os meus pais tenham sido engenhosos na forma como permitiam que todos nós pudessemos gozar de um passeio ou visita.
Para que os pais não sejam reféns dos seus filhos ou das convenções e preconceitos dos que os rodeiam há que pensar um pouco além do imediato e literal e adaptar as situações aos seus intervenientes. Pôr "trela" num puto só será inferiorizá-lo à condição de animal doméstico se assim o quisermos, não se pensarmos que é a forma mais eficaz de nunca largar a sua mãozinha.
Inês
De Martinhah a 24 de Agosto de 2009 às 16:16
Tens toda a razão!!
Em vez de andarem as mãezinhas descabeladas a correr atrás dos meninos, têm a certeza de que não lhes acontece nada de mal e os mantêm na linha!

Vista curta é o mal deste país, com mães que têm vergonha de fazer o que é mais prático, mas não se importam de largar os outros filhos para correr atrás do que fugiu, numa canseira e PERIGO para todos sem fim, não vamos longe, pah...
De Raquel a 24 de Agosto de 2009 às 12:02
Eu concordo contigo - sim, sou mais um dos domesticados...lol - mete-me impressão ver as crianças amarradas, seja qual for a teoria que queiram aplicar.
Tenho sempre a impressão de que realmente são cães...
Aqui no aeroporto vejo imeeeeeeeeeeeeeensos assim, mas sobretudo em turistas cromos....
Como tu, tenho 3 filhos e nunca me passou semelhante ideia pela cabeça!
E já fui com eles à praia...lol
E de avião com os 3
Barco - este foi particularmente emocionante...
Resumindo, andam sempre atrelados a mim...uso como tu estratagemas de os controlar, ou agarrando-se ao carrinho, ou às minhas calças, sei lá já foram tantas técnicas, mas trela? I don't think so...
Nem no cão gosto de usar...
De silvia a 24 de Agosto de 2009 às 15:53
E muito bem dito Sª. Dona Joana... Não querem ter trabalho, nem andar a correr atrás da pequenada, não tenham putos ou não saiam com eles á rua...LOL Estes anónimos estão a ficar especialmente tótós
De Mãe dos Pius a 24 de Agosto de 2009 às 16:33
Bem, acho que daqui podemos retirar que opiniões há muitas, ponto. Lamento se feri susceptibilidades quando mandei à merdinha os que usam trela nos putos, realmente fui pouco tolerante, mas expressei o MEU ponto de vista.
Agora, à menina que insinua que eu deixo os meus filhos em perigo... realmente não me conhece! E não, não deixo - nunca. Para esse tipo de comentário teria de me ler há mais tempo... para pelo menos conhecer o meu tipo de maternidade (que há muitos, como é óbvio).
Eu avisei no início do post que quem usasse a bendita era melhor não ler! A curiosidade fala mais alto e pimba, dá nisto. Mas bem hajam todas, são sempre benvindas. Aqui dá-se luz verde às mais díspares opiniões. Se bem que se agradece um pouco de tacto e civismo...................
De martinhah a 24 de Agosto de 2009 às 16:42
Tacto e civismo?
As in "Um grande "ide-à-merdinha" para as pessoas que usam trela nos putos."?

Eu até tive bastante tacto, principlamente tendo em conta o teu tipo de linguagem...


De Mãe dos Pius a 24 de Agosto de 2009 às 16:46
Pois, eu lamentei atrás... Lamento agora que não tenha percebido.
Dou o assunto por encerrado.... Não vou aqui discutir o sexo dos anjos.
De Rosana a 24 de Agosto de 2009 às 23:22
Juro que não entendo o motivo de tantos ataques...será que uma pessoa já não pode ter ideias próprias? Já não se pode mandar à merda nem no próprio blog? Não entendo.
Acho detestável crianças com trela mas pior ainda são os adultos que defendem isto com unhas e dentes.
um bj à dona do blog. vou voltar :)
De sun14/cris a 24 de Agosto de 2009 às 23:32
Mas porque raio andam aqui pessoas a escrever se:
1º não conhecem a bloguista em questão;
2º discordam com tudo
3º ALGUÉM JÁ REPAROU QUE ISTO É O ESPAÇO DA MÃE DOS PIUS?! ELA PODE INCLUSIVE, DESCULPEM LÁ MENTES TACANHAS, MANDAR PRO CARALH* QUEM LHE APETECER... O espaço é dela! Foi criado por ela para poder escrever o que lhe der na real gana! Só porque manda à merda quem faz dos filhos cães, não significa que outras pessoas venham para aqui comentar o post dela com e tratem mal quem escreve ou quem a segue!

JOANA, SOU UM ANIMALINHO DE ESTIMAÇÃO TU SABES DISSO... AU AU AU MIUAUUUUUUUUUUUUUU (apeteceu-me..)

Comentar post

A Mãe dos Pius

Googla!

Pesquisa personalizada

Novembro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
22
23
24
25
26
27
28
29
30

Bicaditas mais antigas

Novembro 2010

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

todas as tags

blogs SAPO

subscrever feeds